sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

De janeiro a maio de 2017...



Sábado na BE!
          
           De janeiro a maio, entre as dez e o meio-dia, foram quatro as sessões de Sábado na BE dinamizadas.
           Em janeiro, “Picolé, o boneco de neve”, uma adaptação dramatizada pelas animadoras da biblioteca escolar do Centro Educativo de Lagoas, Andreia Lima e Simone Sousa.
           Em fevereiro, associada aos afetos, a história escolhida foi “Bilhetinhos de namorados”, de Virginie Hanna. «O que é um namorado? - Não sabes? Um namorado é...» e assim se inicia a história entre uma rapariga e um rapaz que partilham um com o outro a ideia que têm sobre os seus respetivos namorados. Um livro ternurento para crianças na idade em que os primeiros anos de escola são palco de empolgantes descobertas.
           Abril, no âmbito das festividades da Páscoa, a história escolhida é da autoria de António Mota, “O coelho branco”. Nesta história Pedro, Mariana e o Avô vivem uma incrível aventura com um coelho branco muito especial, que desaparece misteriosamente da coelheira da dona Rosa. Mais uma vez contamos com a colaboração da Andreia e da Simone, que prepararam uma magnífica dramatização da referida obra, em que os protagonistas eram alunos, pequenos atores e atrizes de enorme talento, certamente ótimos leitores.
            Em maio, “O livro negro das cores”, de Rosana Faria e Menena Cottin.
           A subtileza deste livro demonstra a beleza da perceção do mundo através dos nossos sentidos e na sua complementaridade. Convidando-nos a refletir sobre como será aquilo que nos rodeia para quem não vê, esta grande obra obriga-nos a reformular o mundo através dos seus cheiros, sabores, texturas, sons; a recriar, de forma imaginativa, as coisas que nos envolvem. Um livro que nos lembra que há sempre mais para além do que vemos, um livro para redescobrir a riqueza sensorial do nosso corpo e determo-nos na beleza oferecida por essa sensibilidade. Excetuando o texto, todo o livro é negro.
            Durante alguns minutos, incluindo a leitura da obra, os alunos estiveram de olhos vendados, experimentando os outros sentidos. Uma sessão excelente que serviu até para estreitar laços entre os participantes. Desta vez, a parceria foi com a D. Carla Dantas, assistente operacional, sempre disponível e cuja colaboração é sempre preciosa.
            Momentos que continuam a ser únicos, entre miúdos e graúdos, sempre prontos a ajudar os mais pequeninos nas tarefas após a sessão de leitura, pois todas as sessões, como é habitual, tiveram o respetivo ateliê. Cada sessão é, sem dúvida, um tributo à leitura.
           Obrigada Andreia Lima, Simone Sousa, Carla Dantas, três excelentes profissionais!






           

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.