sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Histórias da BE!

No início de fevereiro, a biblioteca levou o projeto Histórias da BE ao JI de Cepões e recebeu o JI de Brandara. A história foi Marley, um cão traquinas, de John Grogan.
A mamã, o papá, a Carlota e o Luisinho dão as boas-vindas ao Marley, um cãozinho labrador. Só que o Marley não fica pequenino por muito tempo; cresce e, quanto maior fica mais sarilhos arranja: e que sarilhos! Entre muitas outras traquinices, roeu os óculos da mamã e engoliu o livro de cheques do papá. Marley tenta verdadeiramente ser um bom cão, mas todas as suas tentativas acabam por fracassar. Até que um dia Marley vai longe de mais... Será que esta família vai ter de encontrar um novo lar para o seu cão grande, um pouco maluco, mas com bom coração?
Esta magnífica história de John Grogan é uma adaptação do seu best-seller Marley & Eu, a pensar nas crianças. Como o próprio autor diz, trata-se da reconfortante e inesquecível história sobre como o amor por alguém, ou por um animal, nos pode surpreender com recompensas inesperadas.

Traquinices de um cão que ficaram na mente e no coração dos pequenos ouvintes…



quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

30 de janeiro
Dia Escolar da Não Violência e da Paz
O Dia Escolar da Não Violência e da Paz comemora-se anualmente a 30 de janeiro.
A data foi instituída em 1964 em Espanha pelo poeta, pedagogo e pacifista espanhol Llorenç Vidal, mas foi acolhida a nível internacional. Foi escolhido o dia 30 de janeiro por assinalar o falecimento do grande pacifista indiano Mahatma Gandhi.
O objetivo do Dia Escolar da Não Violência e da Paz passa por alertar os alunos, os professores, os pais, os políticos e os governantes para a necessidade de uma educação para a paz, que promova valores como o respeito, a igualdade, a tolerância, a solidariedade, a cooperação e a não violência.
Fomentar a comunicação entre todos, impedir situações de bullying e incrementar a amizade são preocupações deste dia.
Em Portugal realizam-se diversas atividades nos agrupamentos escolares tendo em vista a perseguição destes objetivos.
Nos países do hemisfério sul com calendários escolares diferentes, a data comemora-se por volta de 30 de março.

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Conta-nos uma história

            Esta sexta-feira começou da melhor forma.
No âmbito do projeto Conta-nos uma história, recebemos a D. Sandra Trigo, mãe do Diogo, da turma A2B, da professora Helena Silva, que veio contar a história Robin dos Bosques, um clássico da Disney e uma das histórias favoritas do Diogo.
A mãe do Diogo está de parabéns, por isso foi contemplada com as vozes dos nossos pequenos que lhe desejaram um feliz aniversário cantando a tradicional canção “Parabéns a você”.
Depois veio a história: após a partida do rei Ricardo de Inglaterra o seu irmão João usurpou-lhe o trono, subiu os impostos e empobreceu o povo. Perante estes excessos, Robin dos Bosques, adepto do verdadeiro rei, decidiu esconder-se na floresta de Sherwood e exercer a sua própria justiça: roubava o dinheiro arrecadado pelos lacaios do rei João e repartia-o pelos mais necessitados. Robin dos Bosques era apaixonado por Lady Marian, com quem acabou por casar.
Uma história que encantou os ouvintes, que estiveram sempre muito atentos, mostrando, no fim, ter percebido bem o que lhes foi contado.
Excelentes momentos de leitura, à mistura com muita ternura, como sempre acontece nas sessões do Conta-nos uma história.

Obrigada, D. Sandra, Diogo, turma e professora Helena!


Teatro

Nos dias 9 e 10 de janeiro recebemos a companhia de teatro de Coimbra AtrapalhArte.
Na manhã do dia 9 apresentaram a peça D’Os bichos, uma adaptação dos contos Tenório e Miura, da obra homónima de Miguel Torga, aos alunos do 7.º ano. Momentos divertidos com a preciosa colaboração dos alunos Henrique Maciel, Letícia Gomes e Paulo Dantas, do 7.º A.

















Na tarde do dia 9, em Refóios, e no dia 10, de manhã em Lagoas e à tarde em Arcozelo, assistimos ao musical 3 Abóboras e 400 camelos, um trabalho que junta "As Três Abóboras" (da obra Teatro às 3 Pancadas), de António Torrado, a "Sábios como Camelos" (da obra Estranhões e Bizarrocos), de José Eduardo Agualusa, adaptações para alunos do pré-escolar e primeiro ciclo. 
















Com muita alegria e cor, muita música, muito movimento e muita arte na representação, estes fantásticos atores brindaram-nos com dois espetáculos hilariantes, divertindo todos os participantes.

A leitura ao serviço da arte…

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

           Sábado na BE!
           
           Este ano continuamos a dinamizar as sessões de Sábado na BE, que vão já no nono ano de edição.
           Uma vez por mês, a biblioteca escolar é palco de sessões de leitura, ao sábado de manhã. Entre as dez e o meio-dia, foram já muitas as histórias contadas e vários e variados os ateliês dinamizados.

           A história de outubro, “Uma bruxa muito especial”, de François Ruyer e Françoise Le Gloahec, a propósito do Dia das Bruxas/Halloween, falava-nos da Emília, uma bruxa disfarçada, que vivia num prédio de apartamentos com vizinhos absolutamente normais. À noite, a Emília usava os seus poderes mágicos e andava pela cidade a viver aventuras. Uma história divertida com apelo à amizade.

           Em novembro, “A Princesa da Chuva”, da autoria de Luísa Ducla Soares, trouxe-nos a história de uma princesa fadada por três fadas, como mandava a tradição. Mas, certo dia, o inesperado aconteceu… Às vezes, o azar pode atravessar-se no nosso caminho e condicionar a nossa vida. Mas tudo tem remédio. Com coragem e determinação, é possível transformar uma maldição em bênção e ser feliz, fazendo também felizes os que estão à nossa volta.
           Em dezembro, a magia do Natal presenteou-nos com “Gui e a árvore dos sorrisos”, uma história da editora Zero a Oito, no âmbito do projeto Multi Portugal. Já quase no Natal, o Gui e os amigos têm um grande desafio pela frente: devolver a magia e a alegria do Natal à sua vila, que nunca lhes parecera tão triste e escura. Será que o Gui e os Gomas (Grupo Operacional dos Melhores Amigos de Sempre) vão conseguir iluminar a árvore do Natal e os corações das pessoas? Foi o que os nossos amiguinhos que vieram à biblioteca descobriram…

           No final de cada história, um ateliê associado proporciona momentos de trabalho misturado com diversão e partilha entre miúdos e graúdos, provando que a iniciativa tem muitos motivos para continuar. Porque ler é…voar!
             A próxima sessão é já este sábado, dia 27 de janeiro. Esperamos por ti!





sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Encontro com autor: André Fernandes

A manhã do dia 12 de dezembro foi bem diferente do habitual. Recebemos o jovem André Fernandes, autor dos livros “Tia Guida” e “25 + A vida é uma escola”.
“Tia Guida” é um livro sobre cancro, doença que vitimou a tia do escritor, Guida, a sua mãe de amor, como ele a considera e ao lado de quem esteve até ao fim. Um livro sobre uma doença terrível mas, acima de tudo, um livro sobre o amor.
O André deixou-nos uma mensagem positiva, uma mensagem de amor, para nós, por nós, pelos outros, pela vida.
Momentos fantásticos, em que o autor absorveu a total atenção dos alunos, e dos professores, com quem conversou, promovendo o silêncio total enquanto falava.
“25 + A vida é uma escola” é o segundo livro do jovem autor, no qual nos fala das várias aprendizagens que fez em 25 anos de vida, algumas sobre bullying, violência doméstica, etc
A presença do escritor foi uma aposta da biblioteca escolar e do grupo PES, dada a importância e a atualidade das temáticas que, de uma forma ou de outra, tocam cada um de nós. Os alunos envolvidos foram os de nono ano e ensino secundário.
Apesar da seriedade dos assuntos, a facilidade de comunicar e de se relacionar com outros jovens do André Fernandes garantiu o sucesso da atividade.
O André, nas suas visitas às escolas, faz-se acompanhar do tio, Jorge, num espírito de missão que os leva a querer partilhar as suas vivências com quem, como eles, vivem ou viveram, direta ou indiretamente, situações difíceis. E a verdade é que partilhar momentos difíceis não soluciona mas suaviza…
No final, aos autógrafos juntaram-se as “selfies".

Obrigada, André!













Conta-nos uma história
          
Dando continuidade ao projeto “Conta-nos uma história”, uma iniciativa de promoção da leitura, numa parceria entre a biblioteca escolar e os docentes do primeiro ciclo do CE de Arcozelo, e respetivas turmas, que pretende, também, envolver as famílias, e que tem originado excelentes momentos de partilha de leitura e aprendizagens, tivemos a primeira sessão no dia 13 de dezembro. A mãe do João José, da turma da professora Rosa Lima, A2A, Gorete Moreira, trouxe a maravilhosa história “Biscoitos de Natal”, de Marie Duval e Alain Jost, proporcionando momentos bem-dispostos, de agradável leitura e ternurenta cumplicidade entre mãe e filho e todos os participantes. No final, a magia da quadra aconteceu e todos fomos brindados com deliciosos biscoitos, confecionados com muito carinho pelos contadores da história. E que bons que eram…
Obrigada àqueles que se envolvem nestas iniciativas e que ajudam a promover a leitura e os momentos únicos que oferece.

Porque ler é voar



Feira do Livro
         
          Entre os dias 11 e 16 de dezembro decorreu, em Arcozelo, Lagoas e Refóios, mais uma Feira do Livro; em Arcozelo, numa parceria entre a BE e o Departamento de Línguas. Em todas as escolas contamos com a colaboração da Livraria e Papelaria União.
           Entre as várias atividades associadas à Feira, destacam-se a presença do escritor André Fernandes, na manhã do dia 12, a sessão de “Conta-nos uma história”, na tarde do dia 13, a atividade “7.º A… Com piada”, na manhã do dia 14, e a sessão de dezembro de Sábado na BE, na manhã do dia 16.
       Uma semana em cheio, muito de dicada à leitura. E porque a leitura também permite brincar e entreter, foi isso mesmo que a turma A, do sétimo ano, sob orientação da professora de Português, Cidália Paiva, fez. Brindou as turmas 5.º C, 6.º C e 6.º D com “Cenas nas aulas”, “Reportagens Jornalísticas (numa feira de gastronomia e na Arábia Saudita)” e “O céu está a cair aos pedaços”. Piadas secas e outras “mais molhadas”, como a própria turma caracterizou, que divertiram muito quem teve a sorte de assistir.
           Os dinamizadores ficam desde já convidados a voltar na Semana da Leitura. Parabéns pela iniciativa!


  












Histórias da BE

           Ao longo do primeiro período, o projeto mensal Histórias da BE foi dinamizado com as três turmas do JI de Arcozelo, em três sessões.
           A primeira história foi “O pinheirinho da clareira”, de Françoise Le Gloahec, sobre a importância das árvores e a sua utilização no fabrico de papel. A segunda, “Magricela”, de Marie-Christine Fransolet, contava a história de uma menina muito magra, que não gostava de comer até que um dia foi levada pelo vento até pousar numa árvore e descobriu o maravilhoso sabor das maçãs e, a partir daí, de outros alimentos. A terceira história, em dezembro, foi, como não poderia deixar de ser, sobre a temática do Natal: “A mais bela árvore de Natal”, uma árvore especial, envolta na magia da quadra.
           As três histórias foram escolhidas de acordo com um dos subtemas do projeto deste JI: a árvore.




Encontro com autor: Pedro Seromenho

Na manhã do dia 27 de novembro recebemos o escritor e ilustrador Pedro Seromenho.
Numa parceria entre a biblioteca escolar e o grupo disciplinar de Educação Visual, Pedro Seromenho veio falar com os alunos do segundo ciclo sobre leitura, escrita e ilustração.
            Uma manhã muito produtiva, com ilustrações “ao vivo”, que deliciaram todos os presentes.
            O escritor e ilustrador falou sobre várias das suas obras (texto e ilustração) e daquelas em que participou como escritor ou ilustrador.
A sessão de autógrafos, no final, foi também bastante empolgante, uma vez que Pedro Seromenho personaliza cada autógrafo que dá.

Mais uma atividade em prol da leitura – desta vez associada à escrita e à ilustração – de enorme sucesso!