quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

JANEIRO









 Sábado na BE! - novembro e dezembro

     As sessões de Sábado na BE!, de novembro e dezembro, foram tão bem sucedidas como a de outubro: muitos meninos e meninas, papás e mamãs.
     Em novembro, as aventuras de Marley, o cão traquinas!, de John Grogan, fizeram as delícias de todos. Em dezembro, a magia da quadra natalícia  e A carta dos duendes, de Marie Duval e Alain Jost, deram ainda mais cor e alegria à época.
     Excelentes momentos de leitura, com ateliês divertidos. Momentos sempre muito bem passados!
        Vejam as imagens, elas falam por si...


   

Melhores leitores do primeiro período

     Aqui ficam os nomes dos alunos com maior número de requisições para leitura domiciliária.
     Parabéns a todos e continuação de boas leituras!






terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Feira do Livro 2014

Entre os dias 9 e 16 de dezembro decorre, em Arcozelo, Lagoas e Refoios, mais uma Feira do Livro.
Em Arcozelo, numa parceria entre a BE e o Departamento de Línguas, a colaboração é  da Antunes Livreiros. Nas Lagoas e em Refoios, colabora connosco a Livraria União.
Boas leituras!




Dia do Pijama

As turmas do CE de Arcozelo e os alunos da UAEM aderiram ao desafio lançado pela Biblioteca Escolar no dia 20 de novembro - Dia Nacional do Pijama - e vestiram bonecos e bonecas de pijama.
Aqui fica o resultado: trabalhos magníficos!


quarta-feira, 3 de dezembro de 2014


No próximo dia 11 de dezembro, Manoel Oliveira faz 106 anos.

Manoel Cândido Pinto de Oliveira é um cineasta português e, segundo se diz, o mais velho realizador do mundo em atividade.

Ao longo da sua carreira de cineasta, Manoel de Oliveira tem alcançado diversos prémios. Entre outros, recebeu no Festival de Veneza o Leão de Ouro Especial do Júri, com Le Soulier de Satin, e o Grande Prémio Especial do Júri, com a A Divina Comédia.
O conjunto da sua obra foi também, diversas vezes, objeto de homenagem, tanto em Portugal (1979, Festival de Cinema da Figueira da Foz) como no estrangeiro, nomeadamente Itália (1994, Prémio David Donatello) e Israel (1998, Prémio Obra de Uma Vida, do Festival de Cinema de Jerusalém).


O aniversário de Manoel de Oliveira será assinalado com a estreia em Portugal do seu mais recente filme, 'O Velho do Restelo', e com a exibição, nas salas de cinema, de três curtas-metragens relacionadas com o Porto, sua cidade natal: ‘Douro, Faina Fluvial’ (1931), ‘O Pintor e a Cidade’ (1956), ‘Painéis de São Vicente de Fora - Visão Poética’ (2010).

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Mais um Sábado na BE!

E aí vem mais uma sessão de Sábado na BE! É já este próximo, dia 22.
Tens um animal de estimação? Então vais adorar! Não tens? Vais adorar, também!
Aparece. E não te esqueças: é para ti e para a tua família.






Aniversários
 Se José Saramago fosse vivo, teria celebrado 92 anos no passado dia 16 de novembro. O nosso Nobel da Literatura deixou-nos há quatro anos.


quinta-feira, 13 de novembro de 2014

“Cronicando”…
 


Sorrisos à solta

         Saio da cama, ainda sonolento, e preparo-me para mais um dia de aulas. A minha mãe leva-me de carro, juntamente com o meu irmão. Aborrecido por me ter levantado tão cedo, ligo o rádio à procura de uma boa música para me animar. Mas, grande chatice, todas as estações de rádio estavam nesse momento a transmitir mensagens, apelando a que cada condutor sorrisse para os condutores dos carros que se cruzassem com ele, bem como para as pessoas que circulassem na rua.
         Achei a ideia super interessante e muito criativa. Seria intrigante verificar se todas as pessoas com quem me cruzasse corresponderiam ao meu sorriso, esquecendo as tristezas e os problemas do seu dia a dia. O anúncio de rádio foi uma bela inspiração. Todas as pessoas olhavam para o carro ao lado e mostravam o mais belo sorriso que conseguiam. As pessoas na passadeira cumprimentavam-se e sorriam. Até o mendigo, todo esfarrapado, sujo e triste, esqueceu a sua condição de pobreza e sorriu para os transeuntes e, inesperadamente, as pessoas deixavam umas moedas na sua caixa de cartão. Ele agradecia a todos e imaginava a refeição que poderia comprar com aquele dinheiro.
            Vou tão absorvido neste passatempo que nem dou conta de que já estou a chegar à escola. A minha mãe despede-se de mim, eu dou-lhe um beijo e digo-lhe que é a melhor mãe do mundo.
            Avisto ao longe os meus colegas e aproximo-me deles. Pergunto-lhes se também ouviram o anúncio da rádio, ao que todos respondem com um gesto: um sorriso de orelha a orelha.
            Contra factos não há argumentos: o anúncio tinha sido mesmo um sucesso.


Luís Diogo Carreira 9º B Nº 11

quinta-feira, 6 de novembro de 2014


Crónicas da cidade                













Cegos, surdos e mudos

             Era mais um dia fatigante, triste e solitário. Na verdade, era apenas um dia igual a tantos outros.
             Estava distante, pensando através do vidro do carro, o mesmo que me separava do mundo exterior e da confusão que se gerava logo pela manhã.
             Enquanto esperava na longa fila de carros que se mantinha à minha frente, liguei o rádio. A música já tinha acabado e, poucos segundos depois, ouço uma voz incrivelmente grossa e apelativa. Encostei-me confortavelmente no banco e fiquei a escutá-la. Quando a mensagem acabou, esbocei um sorriso, olhando para a pessoa que se encontrava no carro ao lado.
             Nesse momento, percebi a razão daquela mensagem. Não é que as pessoas estejam erradas, é que apenas não dão o melhor de si. Hoje ignoram o que sentem, mas amanhã talvez não tenham a oportunidade de dizer o quanto amam os outros, pois só sabem valorizar alguém, quando essa pessoa já não está por perto. Aí, o sentimento já parece remoto e pouco exibido, e dessa forma as aparências tomam o seu lugar. Vivemos de aparências, procurando sempre atingir os ideais.
           Até que ponto podemos ser tão fúteis? Até ao ponto de pensarmos que iremos ficar cá para sempre, mas somos apenas convidados neste mundo. O ser humano tem de aprender a superar, a aprender e a melhorar, partindo das suas experiências.


Mónica Marinho 9º B Nº 18

quinta-feira, 30 de outubro de 2014


Mais alguns comentários dos nossos alunos...                











            Os “5 minutos de leitura” foram criados pela Biblioteca de Arcozelo. Esta atividade nasceu no âmbito da promoção da leitura.
          Este projeto tem não só o objetivo de cativar para a leitura mas também de levar os alunos a conhecerem melhor todo o tipo de textos, desde poéticos, narrativos, dramáticos, entre outros.
              Este tipo de projetos não beneficia apenas os alunos, a Escola também tem a ganhar com os seus resultados.
                A meu ver, acho bem que haja este tipo de incentivo por parte da Escola. O único ponto contra é que muitos dos professores não respeitam este projeto.

Tiago Morado 8ºE Nº 20


        Os “5 minutos de leitura” é uma atividade organizada pela Biblioteca Escolar de Arcozelo que consiste em passar os primeiros cinco minutos de aula de cada dia a ler uma obra escolhida por alunos ou professores.
          No meu ponto de vista, esta atividade ajuda-nos a ganhar hábitos de leitura e a praticá-la diariamente. Também, ao começar a primeira aula do dia com esta “brincadeira”, ficamos mais descontraídos e preparados para aprender, o que é muito bom, pois aumenta o nosso rendimento escolar.
         Eu gosto bastante deste projeto e acho que ele deveria existir durante muitos anos, pois é um bom incentivo para aqueles alunos que não gostam de ler e os que gostam praticam-no mais.

Márcia Alves 8ºE Nº 12


        Hoje vou comentar uma das atividades existentes nesta escola: “5 minutos de leitura”. Estes “5 minutos de leitura” servem para conhecermos vários livros. Implica que os professores, no início do ano letivo, escolham um livro por turma para que todos os alunos leiam e depois o comentem.
           Na minha turma, o livro escolhido foi O rapaz do pijama às riscas.
        Eu acho bem que esta atividade aconteça, pois contribui para o desenvolvimento da oralidade, da escrita e da criatividade dos alunos.
          Na minha opinião, esta iniciativa deveria continuar, pois é uma das várias bases que podemos ter para a disciplina de Português e para a vida.

Bruno Franco 8ºE Nº 2


quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Atividade 5 Minutos de Leitura - os comentários dos nossos alunos

...porque ler é voar...


                



                Esta pequena atividade foi indicada pela Biblioteca Escolar e gosto muito dela. Acho-a engraçada por dois motivos.
                Em primeiro lugar, pelo facto de cativar os alunos para a leitura, o que é muito interessante.
                Em segundo lugar, por trazer sempre uma história diferente, todas muito agradáveis e divertidas de se ouvir, ler e de se aprender.
                Concluindo, pela sua linguagem e pela forma divertida como as histórias dos livros são narradas, aconselho vivamente a prática desta atividade da Biblioteca Escolar.

Daniel Lima 8ºE Nº 5


                A atividade “5 minutos de leitura” já decorre há alguns anos na minha escola. Todos os dias, na primeira aula do dia, o professor ou um dos alunos da turma lê durante 5 minutos um livro indicado pela Biblioteca Escolar, que os alunos devem aproveitar ao máximo.
                Na minha opinião, concordo com esta iniciativa, pois ficamos mais cultos, o nosso vocabulário torna-se mais rico, aperfeiçoamos a nossa leitura, conhecemos novos livros e criamos hábitos de leitura.
                Para os alunos que praticam pouco a leitura, esta atividade é uma mais-valia, pois aperfeiçoam-na e ficam com mais conhecimento.

Marta Pereira 8ºE Nº 14

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Sábado na BE!

A primeira sessão de Sábado na BE! foi um sucesso. Muitos meninos, meninas, mamãs e papás estiveram na mágica aventura da leitura, abrilhantada pela Sara, que antes e depois de contar a história – Boa noite, Mocho!, de Pat Hutchins –, pôs as crianças a cantar e a dançar. Durante o conto tiveram também uma participação ativa.
Como sempre, ainda houve tempo para o ateliê, em que cada um, com ou sem ajuda dos adultos, construiu o seu próprio mocho.
Vejam as fotografias no vídeo abaixo e deliciem-se. Para quem não veio, no próximo mês há mais, fiquem atentos…
Até lá, boas leituras!










quarta-feira, 8 de outubro de 2014

As sessões de Sábado na BE! estão de volta. 

É já este próximo, dia 11.

Aparece e não te esqueças: é para ti e para a tua família...





Boa noite, Mocho!, de Pat Hutchins.

Com animação da Sara Veríssimo.

Das 10 às 12 horas.

quarta-feira, 23 de abril de 2014

DIA MUNDIAL DO LIVRO


Dia Mundial do Livro é comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de abril.   
Esta data foi escolhida para honrar a velha tradição catalã segundo a qual, neste dia, os cavaleiros oferecem às suas damas uma rosa vermelha de São Jorge (Saint Jordi) e recebem em troca, um livro. Em simultâneo, é prestada homenagem à obra de grandes escritores, como Shakespeare e Cervantes, desaparecidos nesta data em 1616.

terça-feira, 1 de abril de 2014

DRAMATIZAÇÃO E DECLAMAÇÃO DE TEXTOS POÉTICOS

Dramatização de poesia por alunos das turmas do 9.º D e 7.º A para os alunos dos 4.º e 5.º anos do Centro Educativo de Arcozelo. A atividade foi preparada pela prof. Cidália em colaboração com a biblioteca.













SEMANA DA LEITURA - OS PAIS TAMBÉM LERAM

No Centro Educativo de Refoios, os pais e encarregados de educação foram convidados para fazerem leituras de variadas etiologias aos alunos. O convite foi bem recebido e os pais assumiram o papel de dinamizadores da leitura durante um alguns momentos. Os alunos gostaram de ver os progenitores a voltarem à escola participando na sua vida escolar e educativa e envolvendo-se, de forma ativa, no processo de aprendizagem.
Da mesma maneira, os alunos mais velhos do Centro Educativo leram para os alunos mais pequenos.








PASSATEMPO MENSAGENS DE AMOR

Entrega dos prémios e certificados de relativos ao Passatempo Mensagens de Amor, no Centro Educativo de Refóios pelo sr. Vereador da Educação, dr. Paulo Sousa. Esta atividade aconteceu no dia 25 de fevereiro. Aqui fica o registo da singela cerimónia que premiou a criatividade dos







nossos alunos.