sábado, 6 de junho de 2015


Sábado na BE!
       
A
s sessões de Sábado na BE! continuam. São sábados com histórias e atividades plásticas sempre motivadoras, que fazem as delícias de miúdos e graúdos.
 Em janeiro, A grande fábrica do tempo, de Sílvia Alves e Pierre Pratt contou-nos a história de uma grande fábrica onde se faz o Tempo e está a haver uma revolução! A escolha do Ano Novo costuma ser feita ao acaso mas este ano todos podem dar uma opinião. Um ano especialista em matemática propõe muita organização, outro, mais folião, quer festas todos os dias. Em fevereiro, Apaixonados, um maravilhoso livro escrito e ilustrado por Rébecca Dautremer, fez as delícias de meninos e meninas, e até dos adultos, pois sobre o amor todos têm uma opinião a dar… Um livro fascinante para entrar nos mistérios e segredos do amor. Em março, no âmbito da Semana da Leitura, a obra escolhida foi A fada Palavrinha e o Gigante das bibliotecas, de Luísa Ducla Soares. «Toda a gente sabe que os reis têm grandes fortunas, mas de um rei que gastou todo o dinheiro numa biblioteca nunca antes se ouviu falar…” Em abril não podíamos esquecer Hans Christian Andersen, o “pai” da literatura infantil e a história escolhida foi “O soldadinho de chumbo”.
         A sessão de maio foi, uma vez mais, dedicada aos jogos matemáticos, numa parceria com o grupo disciplinar de Matemática, que já vai na quarta edição.
        Aqui ficam algumas opiniões sobre este projeto - Sábado na BE! -  que já vai no sexto ano de implementação.

Sábado na Biblioteca Escolar, um ritual em minha casa
A ida à hora do conto, na Biblioteca Escolar de Arcozelo é já, em minha casa, um ritual que se repete há alguns anos e que me orgulho de ter sido eu a implementar, ciente que estou de que ler desenvolve a imaginação, faz-nos pensar, exercita o cérebro, combate a solidão, proporciona evasão e ajuda, de modo particular as crianças, a perceber e a interpretar o mundo.
Foi, na qualidade de mãe, que vi com “muito bons olhos” o costume da ida à Biblioteca de Arcozelo enraizar-se e apoderar-se, no último sábado de cada mês, das nossas manhãs.
Os sábados na Biblioteca Escolar é um projeto de excelência que só pessoas com grande nobreza de carácter e envoltas em grande espírito altruísta conseguem levar avante, pois é muito aquilo que nos dá. 
Esta iniciativa ultrapassa, ainda que sorrateiramente e cheia de subterfúgios, os portões da escola para chegar à comunidade ao constituir-se, para miúdos e graúdos, como um espaço de expressão e reflexão e, portanto, como elemento de afirmação da liberdade de opinião, de apuramento do sentido crítico e de exercício da cidadania.
Ler faz bem e é um hábito que, tal como quase todos os outros, tem de ser implementado desde cedo. O projeto Sábado na BE! é um poderoso auxiliar na criação de futuros leitores, sem esquecer o papel fulcral da família neste processo, pois é a ela que cabe a maior responsabilidade na promoção da leitura.
Um bem-haja aos que tornam este projeto possível e os meus votos de que ele se perpetue no tempo.
Patrícia Cerqueira (Encarregada de Educação)


Uma vez por mês, na BE do nosso Agrupamento, a Professora Bibliotecária Ana Júlia Marques, desenvolve um trabalho muito válido na promoção da Biblioteca Escolar, bem como na promoção do livro e da literatura Infantil, tão importantes nos dias de hoje.
São exploradas histórias interessantes, apelativas, seguidas de atividades plásticas de muito agrado das crianças. Quando regressam à escola, na segunda-feira, após o "Sábado na BE!", trazem o trabalho para mostrar e contam entusiasmadas: "Professora, eu fui à Biblioteca ouvir uma história!"
Estes sábados são dados a conhecer a todas as crianças do  Jardim de Infância e do 1ºciclo do agrupamento através do envio de  convites com o nome da história, do autor e a data da atividade.
Num tempo em que o livro está a perder território, em que o tempo de qualidade  que dedicamos às nossas crianças é cada vez menor, principalmente o tempo dedicado ao uso da palavra oral e às histórias, este tipo de iniciativas devem ser louvadas e promovidas.
Bem-haja a quem as promove.
P​aula Coelho (Educadora)

            Quando assisti pela primeira vez ao Sábado na BE! não esperava rever os momentos deliciosos da minha infância, em que nos sentávamos no chão de perna cruzada à volta da nossa professora, completamente entregues às suas palavras. Revejo aquelas cabecinhas de criança a rodopiar na imaginação, a tecer pensamentos enlaçados de emoções. O prazer com que escutávamos, o sentir o que outros sentiam, a curiosidade aguçada, os porquês que ansiavam respostas, na certeza que transformaram cada pedacinho de nós! O Sábado na BE! acrescenta a todo este tesouro ingredientes especiais: a participação dos pais e a expressão plástica. Esta cumplicidade favorece ocasiões únicas e irrepetíveis, de manifestação de emoções e afetos que só as crianças conseguem demonstrar. Reviver estes momentos ternurentos tem sido um privilégio inestimável.
            Obrigada, Ana Júlia Marques!
Fernanda Alves (Psicóloga)

           Porque ler… é voar!









Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.