segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

A TRADIÇÃO DOS REIS MAGOS

A tradição dos  Reis Magos remonta ao nascimento de Jesus. As referências a este episódio nos textos bíblicos é muito vaga. Não se sabe com certeza se eram na verdade reis. Há pesquisadores que acreditam que eles eram sacerdotes seguidores de Zaratustra, da Pérsia, ou seus conselheiros. Supõe-se que eram três pelo número de presentes oferecidos ao menino Jesus. Os seus nomes, segundo a tradição, seriam Melchior, rei da Pérsia, Gaspar, rei da Índia, e Baltazar, rei da Arábia.
Há também a probabilidade de que eles eram astrónomos, pois conta-se que eles observaram uma estrela incomum e a seguiram até à região na qual se encontrava Jesus. Sabendo que havia nascido um rei, foram imediatamente ao palácio de Herodes, em Jerusalém, mas o rei, cognominado o cruel, ficou assustado com essa possibilidade, pois já ouvira algumas profecias a esse respeito da chegada de um rei. Ele então teria pedido aos magos que o comunicassem se encontrassem este menino, pois desejava também lhe fazer uma visita. Sua intenção, porém, era de matá-lo.
Os reis fizeram uma longa viagem até à manjedoura onde nascera Jesus. Narra a tradição que eles seguiram a estrela que lhes indicava a localização exata do lugar do nascimento e também que eles teriam oferecido ao Menino ouro, incenso e mirra. O primeiro presente simboliza a realeza de Jesus; o segundo, a sua divindade e a fé, já que o incenso era usado nos templos para o culto aos deuses; e o terceiro, a imortalidade e a alusão ao seu sofrimento futuro e à sua morte, pois a mirra era muito utilizada para a preparação dos cadáveres, com o propósito de conservá-los infinitamente. Destes magos e de seus gestos herdamos a tradição de dar presentes uns aos outros no Natal.


SANTANA, A. Lúcia (2014). Os Três Reis Magos. [Versão eletrónica]. Acedido em 06 de janeiro de 2014, em http://www.infoescola.com/cristianismo/os-tres-reis-magos/ (texto adaptado)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.